quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Celular movido a Coca-Cola.


Quem ainda acha que Coca-cola serve apenas para acompanhar as refeições e desentupir pias e ralos precisa acrescentar a mais nova utilidade do refrigerante à lista: gerar energia. A invenção é de autoria da designer chinesa Daizi Zheng que criou um celular livre das baterias de lítio e dos tradicionais problemas causados por elas. O aparelho é alimentado por uma bio-bateria que utiliza carboidratos de líquidos açucarados para carregá-lo e elimina os danos causados ao meio ambiente pelas baterias comuns como o alto consumo de matéria-prima para produzi-las, a poluição decorrente do processo e a dificuldade do descarte ecologicamente correto ao final da vida útil. A bio-bateria é 100% biodegradável e, quando se torna imprestável, se transforma em oxigênio e água. Zheng informa, ainda, que a potência do dispositivo é entre três e quatro vezes maior que a padrão. Pode parecer bom demais para ser verdade, mas a intenção é que o celular chegue ao mercado, embora ainda não haja previsão de lançamento ou estimativa de preço. Você deixaria de comprar um celular repleto de recursos modernosos por um que faz bem à saúde do planeta?

Nenhum comentário:

Postar um comentário