Mostrando postagens com marcador Obituário da fama.. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Obituário da fama.. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

ROBERTO GÓMEZ BOLAÑOS [CHESPIRITO / CHAVES]


[21 / 02 / 1929 <==> 28 / 11 / 2014] Roberto Gómez Bolaños foi um famoso aor e humorista Mexicano, o qual é mais lemrado pelos seus fãs espalhados por todo o planeta, como "Chespirito" (no exterior) e como "Chaves" (no Brasil). Roberto Goméz nasceu na cidade de Cancún no Méximo, tendo como pais a secretária bilíngue Elsa Bolaños Cacho e seu pai o pintor, cartunista e ilustrador Francisco Gómez Linares. Roberto Goméz Bolaños se formou em engenharia elétrica na Universidade Nacional Autônoma do México, mas nunca exerceu a profissão. Começou sua carreira como escritor criativo, através do rádio e televisão durante a década de 1950, quando começou a escrever roteiros para programas da dupla "Viruta e Capulina" (Marco Antonio Campos e Gaspar Henaine). Também fez vários roteiros de cinema e começou a representar como ator em 1960, no filme "Dos Criados Malcriados". No entanto, continuou a dedicar a maior parte de seu tempo a escrever, contribuindo para o diálogo de scripts e filmes de televisão mexicana. "Chespirito" é a forma diminutiva e castelhanizada do vocábulo inglês Shakespeare (Chekspir). Tal apelido foi dado a Bolaños pelo diretor de cinema Agustín P. Delgado, que o considerava um pequeno William Shakespeare, capaz de escrever histórias tão prolíficas e versáteis quanto o autor inglês. Roberto ganhou este apelido quando escreveu o roteiro para o filme "Los Legionarios", primeiro filme em que Chespirito trabalhou. Em 1968, começaram as transmissões Independentes de Televisão no México e Chespirito foi chamado como escritor para a realização de um programa com duração de meia hora. E assim, nasceu "Los Supergenios de la Mesa Cuadrada". Ao lado de Chespirito, contracenavam Ramón Valdés, Rubén Aguirre e María Antonieta de las Nieves. Em 1970, o programa teve sua duração aumentada. Nessa época, surge o "Chapolin Colorado", um herói atrapalhado. Um ano depois, foi criado o personagem que se tornaria o maior sucesso de Bolaños, "El Chavo del Ocho", ou no Brasil: "Chaves". Ambos os personagens funcionaram tão bem que as sketches se tornaram séries independentes de 30 minutos de duração em 1973 após o fim do Programa Chespirito. Apesar de ser mais conhecido pelos papéis Chaves e Chapolin, Chespirito também foi autor de vários personagens, como "Chompiras", "Dr. Chapatin", "Vicente Chambon" e "Chaparrón Bonaparte". Por causa de seus roteiros recorrentes, os programas se tornaram sucesso em todo o mundo, graças a simpatia de Roberto Gómez Bolaños e do grupo de atores em distintas épocas formado por Carlos Villagrán, Ramón Valdés, Florinda Meza, Rubén Aguirre, Édgar Vivar, Angelines Fernandez, Raúl Padilla, Horacio Gómez Bolaños e María Antonieta de las Nieves, que também encontraram a fama internacional. Em 1980, seus sketches criaram um programa de uma hora semanal chamado de "Programa Chespirito", o qual permaneceu no ar até o ano de 1995. Chespirito também estrelou em filmes mexicanos, escritos e realizados por ele mesmo como "El Chanfle" e "El Chanfle 2", "Don Ratón e Don Ratero", "Charrito" e "Música de Viento". Em 1992 Bolaños recebeu o "Prêmio de Literatura da Sociedade Geral de Escritores do México" pelo roteiro da peça "La Reina Madre". Em 2000, a rede de televisão mexicana Televisa homenageou todo o elenco dos seriados "Chaves", "Chapolin" e "Chespirito" com o programa "¡No contaban con mi astucia!", ano em que o seriado completava 30 anos. Em 12 de novembro de 2009, Chespirito foi internado em estado grave na emergência de um hospital na Cidade do México. De acordo com declarações de seu filho Roberto Gómez Fernandez, Chespirito teve uma complicação da próstata, e teve de fazer uma cirurgia. Em 28 de maio de 2011, Chespirito abriu sua conta no Twitter chegando em menos de um dia mais de 170.000 seguidores e no segundo dia um total de 250.000 seguidores. Em 2012, um evento denominado "América celebra a Chespirito" em comemoração aos quarenta anos de carreira do ator foi programado para ocorrer em 17 países, entre eles Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Equador, Estados Unidos, México, Peru e Nicarágua. No dia 20 de novembro de 2013, Bolaños foi condecorado com o Premio "Ondas Iberoamericano" pela trajetória destacada na televisão mundial. Bolaños casou-se pela primeira vez com Graciela Fernández Pierre, falecida em 26 de agosto de 2013. Tiveram os filhos Paulina, Graciela, Marcela, Teresa, Cecília e Roberto. O casamento durou de 1958 a 1977. Depois de 27 anos convivendo com Florinda Meza, a atriz que interpretava a maioria dos personagens femininos inclusive a "Dona Florinda" da série "Chaves", Bolaños casou-se com ela, no dia 19 de novembro de 2004, e comemorou com uma grande festa em um restaurante da Cidade do México. Ele teve 6 filhos do primeiro casamento, mas nenhum com Florinda, por ter feito anteriormente uma vasectomia. Roberto Gómez Bolaños faleceu em Cancún, onde morava nos últimos anos de sua vida, às 14:30 (horário local) de 28 de novembro de 2014,devido à uma parada cardíaca. A notícia foi divulgada pouco tempo depois por dois dos grandes veículos de comunicação do México: a CNN México, que foi o primeiro deles; e pouco tempo depois pela Televisa, emissora onde Bolaños trabalhou por muitos anos de sua carreira. Mesmo assim a causa ainda não havia sido confirmada de imediato. Ele estava com sua esposa, Florinda Meza no momento de sua morte. O comediante sofria de problemas respiratórios crônicos e tinha mobilidade reduzida. No dia 29 de novembro o caixão com o corpo de Roberto Goméz Bolaños foi transportado por um avião comercial da cidade de Cancún, onde faleceu, para a sede da Televisa na Cidade do México. A morte de Roberto Goméz Bolaños se tornou um dos mais comentados do mundo, especialmente na América Latina. No México, após o anúncio da morte de Bolaños pela própria Televisa em suas emissoras, a rede passou a exibir um especial em homenagem ao ator, intitulado "Chespirito gracias por siempre", sendo a transmissão feita em streaming através do site da emissora. No sábado, 29 de novembro o corpo de Bolaõs foi velado no estádio Azteca na Cidade do Mèxico, onde estavam presentes cerca de 40 mil pessoas. No dia 1 de dezembro de 2014, o corpo de Roberto Gómez Bolaños foi enterrado no cemitério Panteón Francés, na Cidade do México. ========================================== Curiosidade: Segundo comentários em diversas reportagens dos próprios atores que trabalharam junto com Bolaños tanto na série "Chaves", como também em outras, após o término da série "Chaves", Roberto Goméz Bolaños ficou 22 anos brigando com os personagens Quico (Carlos Villagrán) e Chiquinha (Maria Antonieta de Las Nieves) pelos direitos autorais de seus personagens. Com Carlos, em especial, houve ciúmes decorrentes de um triângulo amoroso vivido nos anos 70 entre eles e a dona Florinda (Florinda Meza), viúva de Bolãnos. O elenco afirmava que, apesar de ser muito criativo, ele era extremante ciumento e um tanto "mesquinho", tanto que não permitia romances entre os colegas para não interferir na propaganda de seus programas. E mais: não deixava que os atores usassem seus personagens fora dos contratos assinados por ele. Depois que Carlos Villagrám mudou o nome de Quico para Kiko, pôde usar o garoto bochechudo para realizar seus trabalhos solo. Maria Antonieta aproveitou-se de um esquecimento na renovação dos direitos autorais para registrar a menina Chiquinha. Por isso, Roberto nunca mais falou com eles e, inclusive, espalhou para várias emissoras mexicanas que os dois “têm baixo uso intelectual”. ========================================== Causa da Morte: Roberto Gomez Bolanos (Chespirito / Chaves] faleceu às 14:30' de 28/11/2014 aos 85 anos de idade de insuficiência cardíaca em sua residência na cidade de Cancun no México. Sepultamento: O Corpo de Roberto Gomez Bolanos (Chespirito / Chaves] foi velado por cerca de 40 mil pessoas no estádio Azteca, na Cidade do México, sendo seu corpo enterrado no Cemitério Panteón Francés de la Piedade, também na cidade do México (México). Endereço: Eje 1 - Pte. Av. Cuauhtémoc, D.F., México. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude) (Cemitério): [19°24'18.84"N / 99° 9'12.61"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!] __________________________________________________________ Nota: [Zelamos pela qualidade e precisão das informações contidas nas Mini Biográfias publicadas, no entanto falhas podem ocorrer, sendo que neste caso solicitamos que possíveis erros existentes nessa Mini Biografia, bem como para complementar informações e dados que possam melhorar o artigo, sejam comunicados através do e-mail: assombracoes@gmail.com]. __________________________________________________________ Biografia de Chaves

domingo, 28 de setembro de 2014

NAIR BELLO. Obituário da Fama. Atriz e Humorista.


Atriz e Humorista [28 / 04 / 1931 <==> 17 / 04 / 2007] Neta de Italianos, Nair Bello Sousa Francisco (São Paulo, 28 de abril de 1931 — São Paulo, 17 de abril de 2007) foi uma atriz e humorista brasileira. Sua carreira, que foi marcada pelo humor ao interpretar seus personagens, não se limitou ao trabalho de locutora e atriz no rádio e televisão. Começou sua vida profissional aos dezoito anos (1949), na extinta Rádio Excelsior e trabalhou também na Rádio Record. Dois anos depois de seu início de carreira, estreou no cinema em Liana, a Pecadora (1951), filme em que contracenou com sua grande amiga Hebe Camargo. O teatro a conheceria anos mais tarde, em 1976, em "Alegro Desbum", peça de Oduvaldo Vianna Filho. Em 1953, Nair Bello se casou com Irineu de Sousa Francisco, com quem viria a ter os filhos Manuel (morto em 1975, aos vinte anos), José, Maria Aparecida e Ana Paula. Seu grande sucesso acabou se dando com a TV. Nair começou como garota-propaganda e participou de diversas novelas e minisséries em 1958. Em 1960 participou como atriz coadjuvante no seriado infantil A Turma dos Sete, na TV Record. Um de seus personagens de maior destaque foi Dona Santinha, a dona da pensão, que usava o seu tamanco para se defender dos trapaceiros. O quadro humorístico "Epitáfio e Santinha" foi uma criação de Renato Corte Real, em 1961, na TV Record, no programa Grande Show União, baseado na antiga história em quadrinhos Pafúncio e Maroca. Ela ficou no ar com Dona Santinha e com o também humorista Pagano Sobrinho, durante três anos, a partir de 1959/1960, na TV Record, indo depois para a TV Rio. Estrelou o seriado Dona Santa, exibido pela Bandeirantes entre 1981 e 1982, com grande sucesso, onde interpretava uma taxista que sustentava a família. Em 2005 foi convidada junto a Hebe Camargo e Lolita Rodrigues para uma entrevista no Programa do Jô e falaram sobre o tão temido hino à "televisão brasileira". Seu último trabalho foi pela Rede Globo, fazendo parte do programa Zorra Total, no papel de "Dona Santinha". Em 2002 ela foi operada devido a um edema pulmonar agudo causado pelo fumo. No mês de outubro de 2006 Nair Bello retirou um tumor maligno de um dos seios. No dia 11 de novembro de 2007, Nair Bello estava em um salão de beleza na rua Itambé (São Paulo), perto de sua casa, quando passou mal e desmaiou. Uma ambulância foi chamada. A equipe de resgate realizou massagem cardíaca para reanimá-la e a levou para a Santa Casa de São Paulo. De lá, foi para o Sírio-Libanês. Nair Belo faleceu em 17 de abril de 2007 com 75 anos de idade no Hospital Sírio-Libanes em São Paulo, de falência múltipla dos órgãos, após ter passado vários meses em coma na UTI em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. Causa da Morte: Falência múltipla dos órgãos. Sepultamento: Cemitério do Araça. Av. Dr. Arnaldo, 666 Pacaembú - São Paulo - SP - Brasil. Quadra 92A.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

BURT LANCASTER. 'Obituário da Fama"


[02 / 11 / 1913 <==> 20 / 10 / 1994] Burton Stephen Lancaster, mas conhecido pelo público e fãs como “Burt Lancaster”, foi um famoso ator norte americano, o qual atuou em diversos filmes para a televisão e cinema. Burt Lancaster nasceu na cidade de Nova York (EUA), sendo descendente de uma família protestante irlandesa que emigrou para os Estados Unidos no final do século XIX. Burt Lancaster foi um dos cinco filhos de um funcionário dos correios de Nova York. Viveu sua infância no Harlem (bairro de Nova York) onde, logo cedo, demonstrou interesse pela ginástica Ao ganhar uma bolsa de estudos como esportista para a Universidade de Nova York, tornou-se um jogador de basquete. Mais tarde, formou uma dupla acrobática com Nick Cravat, passando a se apresentar em circos. Após servir na 2ª Guerra Mundial, fez um teste para um papel na Broadway, estrelando a peça "The Sound of Hunting", fato que o levou a ser convidado a participar do filme de Robert Siodmak "Os Assassinos", em 1946. Após esse trabalho, sucederam-se vários outros filmes, participando em quatro anos de cerca de dez produções de Hollywood, tais como "Brutalidade", "A Filha da Pecadora" e "Estranha Fascinação". Em 1948, juntamente com Harold Hecht e James Hill, criou sua própria produtora. Ao longo de sua carreira, Burt Lancaster foi agraciado com o Oscar de “Melhor Ator” por sua atuação em "Entre Deus e o Pecado", além de receber outras três indicações por seu trabalho em "A Um Passo da Eternidade", "O Homem de Alcatraz" e "Atlantic City". Além da reputação de um ator sempre eficiente, Lancaster foi também um empresário ambicioso e bem sucedido, tendo realizadas várias produções independentes com sucesso. O filme Marty, vencedor do Oscar de 1955, foi produzido pela companhia de Harold Hecht e Burt Lancaster; sendo feito com um pequeno orçamento, pois precisavam de um filme que "perdesse dinheiro" devido aos impostos. No entanto, devido ao sucesso de crítica, investiram mais na promoção e na publicidade, e o filme foi um sucesso no Oscar e em Cannes. Em 1962 ganhou o prêmio de melhor ator no Festival de Veneza pela sua atuação em O Homem de Alcatraz. Burt Lancaster casou-se três vezes: Em 1935, com June Ernst, de quem se divorciou em dezembro de 1946; no mesmo mês, casou-se com Norma Anderson, com quem teve cinco filhos (William, James, Susan, Joanna e Shelia) e de quem se divorciou em julho de 1969; e, finalmente, em setembro de 1990, com Susan Martin. Apesar desses casamentos, acredita-se que ele era bissexual e que teria tido relações com outros atores famosos como Cary Grant, Rock Hudson e Marlon Brando. Além de ator e produtor, Lancaster foi também um empenhado ativista liberal, falando várias vezes em nome das minorias. Ao longo da vida, Burt Lancaster desenvolveu problemas de saúde devido à aterosclerose (entupimento das artérias) e quase não sobreviveu, sendo encaminhado para cirurgia da vesícula biliar, em janeiro de 1980. Na sequência de dois ataques cardíacos menores, em 1983, ele teve que passar por uma cirurgia de emergência para a colocação de uma ponte de safena. Em novembro de 1990, um grave acidente vascular cerebral o deixou parcialmente paralisado e incapaz de falar. Burt Lancaster morreu em seu apartamento de um terceiro ataque cardíaco aos 80 anos de idade. Em 1999, o American Film Institute o classificou como uma das maiores estrelas masculinas de todos os tempos. Ele tem uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood. Após sofrer uma cirurgia de urgência no coração, teve uma trombose cerebral em 1990, que o deixou numa cadeira de rodas, vindo a falecer quatro anos depois de um ataque cardíaco. Causa da Morte: Burt Lancaster morreu em 20/10/1994 com 80 anos de idade em seu apartamento em Century City - Califórnia - EUA, vítima de ataque cardíaco. Ele possuía 4 pontes de safena devido à problemas cardíacos anteriores. Em novembro de 1990, um grave acidente vascular cerebral o deixou parcialmente paralisado e incapaz de falar. Sepultamento: Westwood Memorial Park. 1218, Glendon Avenue - Los Angeles - Califórnia - EUA. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude):

domingo, 29 de junho de 2014

ADRIANO REYS . " Obituário da Fama" Ator Famoso.


Ator [20 / 07 / 1933 <==> 20 / 11 / 2011] Adriano Antonio de Almeida, mais conhecido como "Adriano Reys", foi um famoso ator brasileiro, sendo mais lembrado pelo público e fãs por suas diversas atuações em filmes nacionais, teatro e novelas para a televisão. Adriano Reys nasceu em 20/07/1933 na cidade do Rio de Janeiro, e apesar da dedicação aos esportes nos tempos de colégio (que lhe valeu várias medalhas) , as tendências artísticas de Adriano Reys foram mais fortes. Com apenas 19 anos, estreou no cinema, no filme "Os Três Recrutas" (1953). Na mesma época, pisou os palcos pela primeira vez, na peça "Cupim", contracenando com Oscarito, Margot Louro e Miriam Teresa. De sua carreira cinematográfica, destacam-se "Tiradentes, o Mártir da Independência" (1977) (de Geraldo Vietri) e "Menino do Rio" (1982), de Antônio Calmon. Foi dirigido também por Domingos de Oliveira, em "Todas as Mulheres do Mundo" (1966), e Carlos Manga, em "A Dupla do Barulho (1953)", entre outros. Seu primeiro trabalho em televisão foi em 1970, na telenovela "E Nós Aonde Vamos?". No mesmo ano, fez também "Pigmalião 70" (1970). Depois, vieram "Bel-Ami" (1972), "A Viagem" (1975) e" Éramos Seis (1977)", todas na TV Tupi de São Paulo. Transferido para a TV Globo, atuou em "Ciranda de Pedra" (1981), "Sétimo Sentido" (1982), "Final Feliz" (1982), "Ti Ti Ti" (1985), "Vale Tudo" (1988), "Barriga de Aluguel" (1990) e "Mulheres de Areia" (1993), entre outras. Em uma breve passagem pela TV Bandeirantes, contracenou com Betty Faria em "A Idade da Loba" (1995). Adriano Reys afastou-se por oito anos da TV, para retornar, pela Globo, em "Kubanacan" (2003) e "A Lua me Disse" (2005). No ano seguinte, voltou à Bandeirantes, atuando em "Paixões Proibidas". Em agosto de 2009, foi ao ar seu último trabalho na televisão: "Promessas de Amor", na TV Record. Antes, na mesma emissora, já havia participado da terceira fase de "Mutantes — Caminhos do Coração". Morreu em novembro de 2011 no Hospital Copa D'Or, no Rio de Janeiro, onde estava internado havia 10 dias para tratamento de câncer no fígado e no peritônio. Adriano Reys era casado com Viviane de Amorim Cantinho e não tinha filhos. Causa da Morte: Adriano Reys morreu 20/11/2011 com 78 anos de idade no Hospital Copa D'or na cidade do Rio de Janeiro, devido à complicações de câncer no fígado e no peritônio. Sepultamento: O corpo de Adriano Reys foi cremado no Cemitério Memorial do Carmo - Caju - Zona Portuário do Rio de Janeiro. Av. Monsenhor Manuel Gomes, 287 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude) (Cemitério): [22°53'18.43"S / 43°13'14.21"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!] __________________________________________________________ Nota: [Zelamos pela qualidade e precisão das informações contidas nas Mini Biográfias publicadas, no entanto falhas podem ocorrer, sendo que neste caso solicitamos que possíveis erros existentes nessa Mini Biografia, bem como para complementar informações e dados que possam melhorar o artigo, sejam comunicados através do e-mail: assombracoes@gmail.com]. __________________________________________________________

domingo, 16 de fevereiro de 2014

CAZUZA "Obituário da Fama."


Cantor e Compositor [04 / 04 / 1958 <==> 07 / 07 / 1990] Cazuza, nascido na cidade do Rio de Janeiro, RJ - Brasil, em 4 de abril de 1958 com o nome Agenor de Miranda Araújo Neto foi um cantor e compositor brasileiro que ganhou fama como vocalista e principal letrista da banda Barão Vermelho. Sua parceria com Roberto Frejat foi criticamente aclamada. Dentre as composições famosas junto ao Barão Vermelho estão "Todo Amor Que Houver Nessa Vida", "Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e "Bilhetinho Azul". Cazuza tornou-se um dos ícones da música brasileira da década de 1980. Dentre seus sucessos musicais em carreira solo, destacam-se "Exagerado", "Codinome Beija-Flor", "Ideologia", "Brasil", "Faz Parte Do Meu Show", "O Tempo Não Pára" e "O Nosso Amor A Gente Inventa". Cazuza também ficou conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico, tendo declarado em entrevistas que era bissexual. Em 1989 declarou ser soropositivo (portador do vírus da AIDS) e sucumbiu à doença em 1990, no Rio de Janeiro. Também reconhecido pela sua inconfundível voz, ao lado de Raul Seixas e Renato Russo, é considerada uma das melhores vozes da música brasileira. Filho de João Araújo, produtor fonográfico, e de Lucinha Araújo, Cazuza recebeu o apelido mesmo antes do nascimento. Agenor, seu verdadeiro nome foi recebido por insistência da avó paterna. Na infância, Cazuza nem sequer sabia seu nome de batismo, por isso não respondia à chamada na escola. Só mais tarde, quando descobre que um dos compositores prediletos, Cartola, também se chamava Agenor (na verdade, Angenor, por um erro do cartório), é que Cazuza começa a aceitar o nome. Cazuza sempre teve contato com a música. Influenciado desde pequeno pelos grandes nome da música brasileira, ele tinha preferência pelas canções dramáticas e melancólicas, como as de Cartola, Dolores Duran, Lupicínio Rodrigues, Noel Rosa, Maysa e Dalva de Oliveira. Era também grande fã da roqueira Rita Lee, para quem chegou a compor a letra da canção "Perto do fogo", que Rita musicou. Cazuza cresceu no bairro do Leblon e estudou no Colégio Santo Inácio até mudar para o Colégio Anglo-Americano, para evitar reprovação. Como os pais às vezes saíam à noite, o filho único ficava na companhia da avó materna, Alice. Por volta de 1965, ele começou a escrever letras e poemas, que mostrava à avó. Graças ao ambiente profissional do pai, Cazuza cresceu em volta dos maiores nomes da Música Popular Brasileira, como Caetano Veloso, Elis Regina, Gal Costa, Gilberto Gil, João Gilberto, Novos Baianos, entre outros. A mãe, Lucinha Araújo, também cantava e gravou três discos. Em 1972, tirando férias em Londres, Cazuza conhece as canções de Janis Joplin, Led Zeppelin e Rolling Stones, e logo tornou-se um grande fã. Por causa da promessa do pai, que disse que lhe presentearia com um carro caso ele passasse no vestibular, Cazuza foi aprovado em Comunicação em 1976, mas desistiu do curso três semanas depois. Mais tarde começou a frequentar o Baixo Leblon, onde levou uma vida boêmia. Assim, João Araújo criou um emprego para ele na gravadora Som Livre, da qual ainda é presidente. Na Som Livre, Cazuza trabalhou no departamento artístico, onde fez triagem de fitas de novos cantores. Logo depois trabalhou na assessoria de imprensa, onde escreveu releases para divulgar os artistas. No final de 1979 ele fez um curso de fotografia na Universidade de Berkeley, em São Francisco, Estados Unidos. Lá descobriu a literatura da Geração Beat, os chamados poetas malditos, que mais tarde teria grande influência na carreira. Em 1980 ele retornou ao Rio de Janeiro, onde ingressou no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone no Circo Voador. Foi nessa época que Cazuza cantou em público pela primeira vez. O cantor e compositor Léo Jaime, convidado para integrar uma nova banda de rock de garagem que se formava no bairro carioca do Rio Comprido não aceitou, mas indicou Cazuza aos vocais. Daqueles ensaios na casa do tecladista Maurício Barros, nasceu o Barão Vermelho. Em fevereiro de 1989, Cazuza declara publicamente que era soropositivo, ajudando assim a criar consciência em relação à doença e aos efeitos dela. Cazuza comparece na cerimônia do Prêmio Sharp de cadeira de rodas, onde recebe os prêmios de melhor canção para "Brasil" e melhor álbum para Ideologia. Burguesia (1989) foi gravado com o cantor numa cadeira de rodas e com a voz nitidamente enfraquecida. É um álbum duplo de conceito dual, sendo o primeiro disco com canções de rock brasileiro e o segundo com canções de MPB. Burguesia é o último disco gravado por Cazuza e vendeu 250 mil cópias. Cazuza recebeu o Prêmio Sharp póstumo de melhor canção com "Cobaias de Deus". Em outubro de 1989, depois de quatro meses a base de um tratamento alternativo em São Paulo, Cazuza parte novamente para Boston, onde ficou internado até março de 1990 voltando assim para o Rio de Janeiro. No dia 7 de julho de 1990, Cazuza morre aos 32 anos por um choque séptico causado pela AIDS. No enterro compareceram mais de mil pessoas, entre parentes, amigos e fãs. O caixão, coberto de flores e lacrado, foi levado à sepultura pelos ex-companheiros do Barão Vermelho. Cazuza foi enterrado no cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro. Causa da Morte: Cazuza faleceu no dia 07 de julho de 1990, aos 32 anos, devido à complicações provocadas pelo vírus da AIDS. Sepultamento: Cemitério São João Batista. Rua General Polidoro, s/n - Botafogo. Cidade do Rio de Janeiro - RJ - Brasil. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude): [22°57'32.18"S / 43°11'16.92"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!] ________________________________________

domingo, 15 de dezembro de 2013

IRVING SÃO PAULO Ator. Obituário da Fama.


[26 / 10 / 1964 <==> 10 / 08 / 2006] José Irving Santana São Paulo foi um ator brasileiro, o qual é lembrado por seus diversos papéis em novelas para a televisão. Irving São Paulo nasceu em Feira de Santana no estado da Bahia, sendo filho do cineasta Olney São Paulo e irmão do também ator Ilya São Paulo. Inving começou cedo no teatro de sua cidade natal, aos seis anos de idade, e iniciou sua carreira profissional em grande estilo na Rede Globo nos anos 80, com destaques para as telenovelas Final Feliz (1982), de Ivani Ribeiro, na qual viveu o limítrofe Rafael, Bebê a Bordo (1988) e A Viagem, de 1994, que foi reprisada em 2006 no Vale a Pena Ver de Novo, vivendo o músico Zeca, o irmão de Lisa (Andréa Beltrão). Irving era um dos atores preferidos da escritora Ivani Ribeiro, tendo participado com papéis destacados em outras de suas novelas, como O Sexo dos Anjos (1990) e Mulheres de Areia (1993). A melhor fase de sua carreira foi no periodo de 1992 a 1994, onde fez as novelas Perigosas Peruas, Mulheres de Areia e A Viagem, que na verdade foi seu último papel de destaque na TV, ficando depois disso, esquecido pela mídia e imprensa. Fez pontas em outras novelas, como Torre de Babel e Estrela-Guia. Os últimos trabalhos de Irving na Rede Globo foram participações no programa Linha Direta Justiça e na minissérie Um Só Coração, ambos em 2004. Após a morte de Ivani Ribeiro suas participações na TV foram reduzidas a pontas em tramas dirigidas por Denise Saraceni. Em 1997, foi um dos jurados do Miss Brasil 1997. Seu último trabalho foi como diretor teatral do Espetáculo "Desclassificados", com o ator e amigo Thiago Júnior. Irving São Paulo faleceu aos 41 anos de idade na cidasde do Rio de Janeiro, vítima de uma falência múltipla dos órgãos decorrente de "Pancreatite". Deixou dois filhos, Johann Irving Luporini São Paulo (nascido em 02/10/1983) e Luiz Henrique de Magalhães Dias Coelho São Paulo (nascido em 02/05/1985). Durante o enterro do ator Irving São Paulo, na manhã de 11/08/2006, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, Rio de Janeiro, ocorreu um tumulto. Irritados com a presença da imprensa no enterro, familiares do ator agrediram um videorepórter da Rede TV!. Ilya São Paulo, irmão de Irving São Paulo, também xingou os jornalistas, que foram obrigados a correr para fora do cemitério para não serem agredidos por ele. Cerca de 60 pessoas, entre amigos e parentes de Irving, compareceram ao sepultamento. Estiveram no velório os atores Mara Manzan, Milton Gonçalves e Tonico Ferreira, que deixaram o cemitério antes do início da confusão. Causa da Morte: Falência múltipla dos órgãos decorrente de "Pancreatite". Sepultamento: Cemitério São João Batista. R General Polidoro, s/n - Botafogo. Cidade do Rio de Janeiro - RJ - Brasil. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude): [22°57'32.18"S / 43°11'16.92"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!]

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

HUMPHREY BOGART Ator.


Ator [25 / 12 / 1899 <==> 14 / 01 / 1957] Humphrey DeForest Bogart , mais conhecido como Humphrey Bogart, foi um famoso ator norte americano, lembrado mundialmente por suas inúmeras participações em filmes de grande sucesso, dentre eles "Casablanca". Batizado como Humphrey DeForest Bogart, ele era o filho mais velho de Belmont DeForest Bogart e Maud Humphrey. Seu pai era um médico cirurgião e a mãe artista gráfica de sucesso. Bogart vViveu confortavelmente no bairro de Upper West Side, em Nova York, e estudou em uma escola particular prestigiada, a Trinity School, e posteriormente na Escola preparatória Phillips Academy em Andover, Massachusetts. A princípio pensou em estudar medicina na Universidade de Yale, mas seus planos não se concretizaram por ter sido expulso da escola preparatória por comportamento rebelde. Depois disso dirigiu caminhões por algum tempo. Por ter nascido no Natal de 1899, Bogie foi apelidado como "o homem do século passado". Bogart se alistou na Marinha para combater na Primeira Guerra Mundial. Em 1918, o barco que estava foi atacado por submarinos e um fragmento de madeira rasgou sua boca, afetando sua maneira de falar para o resto da vida. Humphrey Bogart começou sua carreira nos palcos do Brooklyn em 1921, sem nunca cursar aulas de teatro. Entre 1922 e 1925, ele apareceu em 21 produções da Broadway. Na época, Bogart conheceu Helen Menken, sendo que eles se casaram em 1926 e se separaram um ano depois, em 1927. Em 1928, ele se casou com a atriz Mary Philips. Em 1934, Bogart atuou na peça "Invitation to a Murder", onde o produtor Arthur Hopkins o viu e o escolheu para fazer parte do elenco de "The Petrified Forest". A peça teve 197 apresentações em Nova York, onde Bogart representou o papel de Duke Mantee. Para esse personagem, um sinistro e perigoso fugitivo da cadeia, Bogart ousou na interpretação, fazendo com que o personagem andasse lentamente e encurvado, pois, segundo ele, era como ficaria se ficasse longos anos presos à correntes e bolas de aço que se usava nos presídios da época. Quando a Warner Bros comprou os direitos da peça para filmá-la, assinou contrato com o protagonista Leslie Howard. A Warner iniciou então testes para o papel de Duke Mantee, onde Howard insistiu na contratação de Bogart. Sendo assim, em 1936 o filme "The Petrified Forest" foi lançado, contando ainda com a participação de Bette Davis. Bogart recebeu excelentes elogios. Mary Philips recusou-se a seguir o marido até Hollywood e pouco depois eles acabaram se divorciando. Em 1938, Bogart casa-se pela terceira vez, agora com a atriz Mayo Methot. O casamento com Mayo foi desastroso devido ao comportamento paranóico quando bebia, se convencendo que o marido a traía, gerando várias discussões. O "ponto final" no casamento foi provavelmente Casablanca (1943), quando Mayo o acusou de ter um caso com Ingrid Bergman. No filme "Casablanca" surgiu uma das lendas do cinema, a frase que ficaria famosa e que Bogart nunca a disse: -Toque de novo Sam! (no original: Play it again, Sam!). Em 1938, Bogart apareceu em um musical chamado "Swing Your Lady" no papel de um promoter. No ano posterior apareceu no filme "The Return of Doctor X" (ambos os filmes sem muita projeção). Entre 1936 e 1940, a Warner não lhe deu bons papéis, mas ele mesmo assim não recusava os papéis que lhe eram oferecidos para não ser dispensado. Ele fez filmes como "Racket Busters", "San Quentin" e "You Can't Get Away With Murder". Seu melhor papel da época foi em "Dead End" de 1937. Também trabalhou em vários filmes como ator (coadjuvante/secundário), entre eles o sucesso "Angels with Dirty Faces". Uma característica de seus papéis dessa época, e a de que ele "morria" em quase todos os filmes. Em 1941, Bogart atuou como protagonista em "High Sierra", um roteiro que teve a participação de John Huston, seu parceiro de farra. No mesmo ano, também atuou no clássico "film noir" "Relíquia Macabra", com John Huston assumindo a direção. Neste filme, ele fez o papel de Sam Spade, um investigador particular. O filme foi considerado pelo crítico de cinema Roger Joseph Ebert e pela revista Entertainment Weekly como um dos melhores filmes de todos os tempos e recebeu três indicações ao Oscar. Depois de tantos filmes de gangsters, policiais, bandidos e mocinhos, Bogart pela primeira vez faz um filme romântico/dramático, "Casablanca". Lançado em 1942, o filme é um dos maiores clássicos do cinema mundial, onde Bogart interpreta "Rick Blaine", o dono de um clube na cidade de Casablanca no Marrocos. Durante as filmagens, ele e Ingrid Bergman, a protagonista feminina, quase não se falaram. Ela diria tempos depois: "Eu o beijei mas nunca o conheci". Bogart foi indicado ao Oscar de melhor ator mas não venceu, embora Casablanca tenha vencido na categoria de melhor filme. Durante as filmagens de "Uma Aventura na Martinica" em 1944, Bogart conheceu aquela que seria sua quarta esposa e a que lhe traria o casamento mais feliz, a jovem atriz "Lauren Bacall", ou Baby (como a chamava por ser 25 anos mais nova). Eles se casaram em 1945 e fizeram no ano seguinte o filme "À Beira do Abismo" já como marido e mulher. Em 6 de janeiro de 1949, Lauren deu a luz ao primeiro filho do casal, Stephen Humphrey Bogart (apelidado de Steve, em honra ao personagem de Bogie em Uma Aventura na Martinica) e depois, em 23 de agosto de 1952, eles tiveram uma menina, Leslie Howard Bogart. O nome foi em homenagem ao ator Leslie Howard que ajudou Bogart no início da carreira. Hoje Stephen tem três filhos, Jamie e Richard e uma menina (agora modelo) Brooke. De 1943 até 1955, Bogart fez vários filmes interpretando diferentes personagens. Em 1949, ele fundou sua própria produtora, a Santana Productions. No ano de 1951, Bogart fez o filme "Uma Aventura na África" contracenando com Katharine Hepburn num duelo memorável de interpretações e dirigido por John Huston. Este foi seu primeiro filme colorido e seu trabalho como o barqueiro Charlie Alnutt fez com que conquistasse finalmente o Oscar de melhor ator. Em 1954, filmou "A Nave da Revolta", baseado no livro homônimo de Herman Wouk, que ganhou o Prêmio Pulitzer em 1951, no papel do esquizofrênico Capitão Queeg. No mesmo ano ainda participou de Sabrina com Audrey Hepburn e William Holden e de "A Condessa Descalça", com Ava Gardner. Seu último trabalho foi em "A Trágica Farsa" de 1956 no papel de Eddie Willis, um jornalista esportivo que vira promotor de boxe. Humphrey Bogart bebia e fumava muito, e devido à isso teve câncer no esôfago. Em 1956, fez uma cirurgia no para retirar o esôfago e dois linfomas no "Good Samaritan Hospital" (Hospital Bom Samaritano) em Los Angeles, mas acabou por morrer em sua residência no dia 14 de janeiro de 1957. Causa da Morte: Humphrey Bogart faleceu às 06:30' de 14/01/1957, aos 57 anos de idade em sua residência em "232, Mapleton Drive" em Los Angeles (EUA) [Coordenadas GPS: Latitude / Longitude = 34° 4'48.06"N, 118°25'55.27"W], devido à complicações diversas provocadas por câncer. Sepultamento: Forest Lawn Memorial Park (Glendale) Glendale - Los Angeles - EUA. Local: Garden of Memory, Columbarium of Eternal Light. (Área Fechada. Não acessível ao público em geral). Coordenadas GPS (Latitude / Longitude) (Cemitério): [34° 7'27.23"N / 118°14'43.76"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!] _____________________________________________________________ Nota: [Zelamos pela qualidade e precisão das informações contidas nas Mini Biográfias publicadas, no entanto falhas podem ocorrer, sendo que neste caso solicitamos que possíveis erros existentes nessa Mini Biografia, bem como para complementar informações e dados que possam melhorar o artigo, sejam comunicados através do e-mail: assombracoes@gmail.com]. _____________________________________________________________