sexta-feira, 13 de julho de 2018

Grosseria e Arrogância.


Com a roupa que veste, o médico conversava descontraído com o enfermeiro e o motorista da ambulância, quando um Sem maiores preocupações a senhora elegante chega e, de forma ríspida, pergunta: — Vocês sabem onde está o médico do hospital? Com tranquilidade o médico respondeu: — Boa tarde, senhora! Em que posso ser útil? Ríspida, retorquiu: — Será que o senhor é surdo? Não ouviu que estou procurando pelo médico? Mantendo-se calmo, contestou: — Boa tarde, senhora! O médico sou eu, em que posso ajudá-la?!?! — Como?!?! O senhor?!?! Com essa roupa?!?!... — Ah, Senhora! Desculpe-me! Pensei que a senhora estivesse procurando um médico e não uma vestimenta... — Oh! Desculpe doutor! Boa tarde! É que... Vestido assim, o senhor nem parece um médico... — Veja bem as coisas como são... - disse o médico - ... as roupas parecem não dizer muitas coisas, pois quando a vi chegando, tão bem vestida, tão elegante, pensei que a senhora fosse sorrir educadamente para todos e depois daria um simpaticíssimo "boa tarde!". Como se vê, as roupas nem sempre dizem muito... Moral da História: Não podemos negar que Grosseria e Arrogância derrubam qualquer vestimenta

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Piadas de Manoel...


Manoel e seu amigo Carioca estavam terminando sua refeição em um restaurante (no Brasil) quando o Carioca se liga que esquecera seu fio dental em casa. Preocupado pois não usava palitos de dente pergunta a Manoel. - Manoel, você usa fio dental? - Ora Carioca, claro que não. Não sabes que tenho a bunda muito peluda? Uma rainha estava hospedando um político português. Então convidou-o a dar uma volta de charrete pelo palácio. De repente um dos cavalos soltou um estridente peido. A rainha ficou envergonhada e falou: - Desculpe... eu realmente sinto muito. E o português sorriu dizendo: - Não tem problema... está tudo bem... eu até tinha pensado que foi o cavalo! O Manuel foi escorregar no tobogã. - Como é que eu faço? - O senhor sobe lá, senta em cima do saco e escorrega. - Tão simples, opa! Pois o Manuel subiu lá em cima, fez conforme mandaram e morreu roxinho. O Manuel foi na segunda-feira a uma loja de sapatos. Escolheu, escolheu e acabou se decidindo por um par de sapatos de couro alemão. O vendedor foi logo advertindo-o: - Sr, estes sapatos costumam apertar os pés nos 5 primeiros dias. - Não tem problema, opa ... Eu só vou usá-los no domingo que vem...

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Sonhar com pássaros.


Sempre bom m sonhar com Pássaros, eles encantam a vida, e sua vida será de momentos de muitas felicidades, sempre terá sorte no caminho da vida, pode até arriscar em jogos, que a sorte estará sempre a seu lado. Mas seja discreto com as pessoas, nunca se abra os seus encantos para não perde-los, as pessoas podem, ser amigos, mas também põe a perder aquilo que no momento estão passando, cada um traz consigo coisas boas e coisas más. Mesmo em momentos dificeis que todos nós temos que passar, nunca blasfeme contra a sorte, isso é seu e ela tomará conta para tudo resolver no lado positivo.

sábado, 30 de junho de 2018

O Psiquiatra.


O sujeito vai ao psiquiatra: — Doutor - diz ele -, estou com um problema: Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo. Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco! — Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra. Venha três vezes por semana, e eu curo este problema. — E quanto o senhor cobra? - pergunta o paciente. — R$ 120,00 por sessão - responde o psiquiatra. — Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito. Passados seis meses, eles se encontram na rua. — Por que você não me procurou mais? - pergunta o psiquiatra. — A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia ficar caro demais, aí um sujeito num bar me curou por 10 reais. — Ah é? Como? - pergunta o psiquiatra. O sujeito responde: — Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama... Moral da História: Muitas vezes o problema é sério, mas a solução é muito simples. Basta usar o que você tem acima do pescoço para descobrir. Há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Compartilhar as Informações


Um homem está entrando no chuveiro enquanto sua mulher acaba de sair dele e está se enxugando. A campainha da porta toca. Depois de alguns segundos de discussão para ver quem iria atender a porta, a mulher desiste, se enrola na toalha e desce as escadas. Quando ela abre a porta, vê o vizinho Bob em pé na soleira. Antes que ela possa dizer qualquer coisa, Bob diz: "Eu lhe dou 800 dólares se você deixar cair esta toalha." Depois de pensar por alguns segundos, a mulher deixa a toalha cair e fica nua. Bob então entrega a ela os 800 dólares prometidos e vai embora. Confusa, mas excitada com sua sorte, a mulher se enrola de novo na toalha e volta para o quarto. Quando ela entra no quarto, o marido grita do chuveiro "Quem era?" "Era o Bob, o vizinho da casa ao lado." - diz ela. "Ótimo! Ele lhe deu os 800 dólares que ele estava me devendo?" Moral da História: Se você compartilha informações a tempo, você pode prevenir exposições desnecessárias!

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Cicatrizes.


Havia um garotinho que tinha um gênio muito ruim. Seu pailhe deu um saco cheio de pregos e lhe disse para que cada vez que perdesse a paciência, batesse um prego na cerca dos fundos da casa. No primeiro dia, o garoto pregou 37 pregos na cerca. Porém, gradativamente, o número foi decrescendo. O garotinho descobriu que era bem mais fácil controlar seu gênio que pregar pregos na cerca. Finalmente, chegou o dia em que o garoto não perdeu mais o controle sobre seu gênio. Ele contou isso a seu pai, que lhe sugeriu que tirasse um prego da cerca cada dia que ele fosse capaz de controlar seu gênio. Os dias foram passando, até que finalmente o garoto pode contar ao seu pai que não havia mais pregos a serem tirados. O pai pegou o filho pela mão, levou até a cerca e disse: _ Você fez bem garoto, mas dê uma olhada na cerca. Ela nunca mais será a mesma. Quando você diz coisas, nervoso, elas deixam cicatriz como esta. Você pode esfaquear um homem e retirar a faca em seguida, não importando quantas vezes você diga que sente muito, a ferida continuará ali. Uma ferida verbal é tão ruim quanto uma física. Amigos são coisas raras. Eles fazem sorrir o encorajam a ter sucesso. Eles sempre ouvem você, tem sempre uma palavra de apoio e sempre querem abrir a você o coração. Tenha sempre isso em mente antes de irar-se contra algém. ( autor desconhecido).

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Sonhar com Chuva.


Se for intensa, forte, representa, períodos dificeis que vai passar, mas vai ser por um tempo, depois vai tudo ficar sereno, e conforme for seu entendimento, vai mudar da agua para o vinho a sua vida. Se for chuva fina , é bom presságio, por que a água vem do céu e vai clarear a sua vida, e quem sabe para bem melhor. Vai ter vitórias , e coisas que esperam irão se realizar. Agora se for uma tempestade,máu presságio, vai passar por uns tempos bem dificeis, já tem que se organizar para não sofrer as consequencias, mas saiba que a tempestade é passageira, assim como ela vem ela vai e vem o clarão trazendo o sol e até o arco-ires, assim será a sua vida . Depois da tempestade vem a bonança.

A Ilha dos Sentimentos.


Era uma vez uma ilha, onde moravam todos os sentimentos: a Alegria, a Tristeza, a Sabedoria e todos os outros sentimentos. Por fim o amor. Mas, um dia, foi avisado aos moradores que aquela ilha iria afundar. Todos os sentimentos apressaram-se para sair da ilha. Pegaram seus barcos e partiram. Mas o amor ficou, pois queria ficar mais um pouco com a ilha, antes que ela afundasse. Quando, por fim, estava quase se afogando, o Amor começou a pedir ajuda. Nesse momento estava passando a Riqueza, em um lindo barco. O Amor disse: - Riqueza, leve-me com você. - Não posso. Há muito ouro e prata no meu barco. Não há lugar para você. Ele pediu ajuda a Vaidade, que também vinha passando. - Vaidade, por favor, me ajude. - Não posso te ajudar, Amor, você esta todo molhado e poderia estragar meu barco novo. Então, o amor pediu ajuda a Tristeza. - Tristeza, leve-me com você. - Ah! Amor, estou tão triste, que prefiro ir sozinha. Também passou a Alegria, mas ela estava tão alegre que nem ouviu o amor chamá-la. Já desesperado, o Amor começou a chorar. Foi quando ouviu uma voz chamar: - Vem Amor, eu levo você! Era um velhinho. O Amor ficou tão feliz que esqueceu-se de perguntar o nome do velhinho. Chegando do outro lado da praia, ele perguntou a Sabedoria. - Sabedoria, quem era aquele velhinho que me trouxe aqui? A Sabedoria respondeu: - Era o TEMPO. - O Tempo? Mas porque só o Tempo me trouxe? - Porque só o Tempo é capaz de entender o "AMOR"."

terça-feira, 19 de junho de 2018

Comprar o tempo.


Uma menina,com voz tímida e olhos de admiração, pergunta ao pai quando este retorna do trabalho: -papai, quanto o senhor ganha por hora? O pai, num gesto severo, responde: -Escuta aqui,meu filha, isto nem a sua mãe sabe. Não amole, estou cansado ...mas a filha insiste: -Mas pai, por favor, diga o quanto o senhor ganha por hora? A reação do pai foi menos severa e respondeu: - três reais por hora... -então, pai, o senhor poderia me emprestar um real? O pai nervoso e tratando a filha com brutalidade, respondeu: -Então era essa razão de querer saber o quanto eu ganho?Vá dormir e não me amole mais, menina abusada.. Já era tarde da noite quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e sentiu-se arrependido.Talvez, quem sabe, a filha precisasse comprar algo. Querendo aliviar sua consciência pesada, foi ate o quarto da menina e, em voz baixa, perguntou: filha esta dormindo? -Não pai, respondeu sonolenta a garota. -Olha, aqui esta o dinheiro que você me pediu, um real. Muito obrigado, papai disse a filha levantando-se sorrindo e retirando mais dois reais de uma caixinha que estava sob a sua cama. - agora já completei, papai tenho três reais... E olhando o pai com carinha de sono, entrega o dinheiro para ele dizendo solenemente ... "Papai poderia me vender uma hora do seu tempo?" Autor Desconhecido ********

domingo, 17 de junho de 2018

Os 5 segredos que os milionários contam para seus filhos.


O que os pais milionários dizem aos filhos e como os educam para serem bem sucedidos? Para responder a essa pergunta, o jogador de tênis e palestrante, Stevie Siebold, conversou com mais de mil milionários. Os melhores conselhos e hábitos repassados aos herdeiros são descritos nos cinco itens abaixo. Confira: 1. De olho no mercado financeiro A primeira dica é ficar de olho nos mercados de todo o mundo, assim como nos negócios locais. “Fique de olho no quadro geral e no local. Deveríamos realmente prestar atenção e buscar por oportunidades, porque elas realmente estão em todos os lugares”, explica. 2. Nada de ‘pensamento microondas’ Chamado de “pensamento de microondas”, a ideia de que os resultados vão aparecer instantaneamente, e não gradualmente, é algo errado. “Tudo leva tempo. A mentalidade de gratificação instantânea não vai ajudá-los a se tornarem milionários – geralmente não acontece assim. Isso demanda tempo e trabalho reais e não será algo que acontece da noite para o dia”. 3. Pratique esportes de rico Jogar golfe, tênis e outros esportes comuns entre as pessoas ricas é uma ótima maneira de criar uma rede de relacionamentos, algo muito importante. “Esses esportes são dominados por famílias ricas e, portanto, as conexões que podem fazer nesses esportes são substanciais. A idéia não é forçar as crianças a praticar esportes de que não gostam, mas, pelo menos, expô-las a esses esportes em termos de esportes”, detalha o autor. 4. Escreva cartas do futuro Incentive os filhos a escreverem cartas “vindas do futuro”, que exercitem elas a pensarem em que posição desejam ocupar quando crescerem. Isso ajuda a treinar o pensamento positivo e as suas emoções. “As pessoas realmente não conseguem as coisas que querem por causa da coisa- elas não compram a casa grande, o carro chique ou obtêm o trabalho certo por causa da coisa real, elas o fazem por causa de a maneira como eles pensam que isso fará com que eles se sintam”, conta. 5. Divirta-se Lembre seus filhos da importância de se divertir. “Reduza o estresse, divirta-se mais e aproveite o processo, porque não é apenas uma questão de se tornar um milionário, é a jornada ao longo do caminho. É o caminho para isso”, acrescenta Siebold. “Se não é divertido, você não vai gostar tanto disso.”

sábado, 16 de junho de 2018

Como foi inventado o Carro.


Ao longo da História, a humanidade sempre buscou por formas de melhorar a vida. E na busca por um meio de transporte cada vez mais rápido, eficiente e confortável, aos poucos, o ser humano foi criando e desenvolvendo uma máquina que hoje conhecemos como carro. Antes do carro as pessoas se locomoviam por meio de cavalos, carroças e carruagens. No entanto, o primeiro automóvel a combustão foi criado por Karl Friedrich Benz em 1886. Benz era um engenheiro mecânico,nasceu na Alemanha e patenteou um carro de três rodas, com o seu próprio sistema de acelerador, velas de ignição, engrenagens, radiador de água, carburador e outras ferramentas necessárias no sistema interno do carro. A partir daquela época, Benz construiu uma companhia de carro que existe até hoje, como o Grupo Daimler. Patenteou, mas não foi o primeiro a pensar na invenção Embora Karl Benz tenha patenteado o primeiro carro movido à gasolina, a ideia de um veículo automotor já havia sido idealizada por outros homens que existiram antes de Benz. Um dos maiores gênios da Humanidade, Leonardo da Vinci, em 1500 já havia esboçado um carro mecanizado sem auxílio de cavalos, mas como a maioria de seus projetos, não saiu do papel. Em 1769, um francês chamado Nicolas-Joseph Cugnot construiu um veículo automotor com um motor movido a vapor, no entanto, a ideia foi logo abandonada. Outra tentativa de construir um automóvel, desta vez com uma bateria recarregável, foi desenvolvida entre 1832 e 1839 pelo escocês Robert Anderson. Entretanto, a bateria precisava ser constantemente recarregada por um motor elétrico, além disso, esses veículos eram pesados e caros, e por isso foram abandonados pela inviabilidade. O primeiro carro que deu certo Após tantas tentativas sem sucesso, Karl Benz conseguiu desenvolver um carro prático comum com motor de combustão interno, movido a gasolina, e que serviu de modelo para os carros que temos hoje. A história de Benz O engenheiro nasceu em 1844 em Karlsruhe, na Alemanha. Filho de um trabalhador ferroviário foi criado apenas pela mãe, já que o pai morreu quando ele tinha apenas 2 anos. Aos 15 anos, entrou para a Universidade de Karlsruhe, e em 1864 formou-se em engenharia mecânica. Benz idealizou e empreendeu esforços e dinheiro em uma fundição de ferro e uma oficina de chapa metálica, mas o empreendimento não deu certo. No entanto, a sua noiva Bertha Ringer, que acreditava no talento de Benz, utilizou o seu próprio dote para financiar uma nova fábrica para a construção de motores a gás. Quando a empresa finalmente começou a lucrar, Benz passou a construir carruagens sem cavalos, movidos a gás. Em 1888 a então esposa de Benz, Bertha, resolveu fazer uma viagem com um dos modelos mais recentes construídos pelo marido. Após a viagem bem sucedida, Benz conseguiu melhorar o seu carro fazendo alguns ajustes necessários. No ano seguinte, em 1889, o engenheiro demonstrou o seu modelo Motorwagen na Feira Mundial de Paris. Quarenta anos mais tarde, em 1929, Benz faleceu e não pôde constatar o sucesso que seria a máquina que criara. No entanto, dois anos antes de sua morte, Benz se fundiu com a companhia de automóvel do colega Gottlieb Daimler, e formaram o que é hoje o Grupo Daimler, o fabricante da marca Mercedes-Benz.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Almoço em Cima de um Arranha-céu, 1932 muito interessante essa foto.


VÉ o almoço mais perigoso ou arriscado, mas divertido, já capturado. 11 homens casualmente comendo, conversando e fumando como se não estivessem a 256.03 metros acima de Manhattan, com nada além de um feixe fino os mantendo no alto. MUito calmos, e até sorridentes.

domingo, 10 de junho de 2018

Profecias de Nostradamus para ano 2018.


A aproximação do ano de 2018 muitas pessoas começam a se lembrar do famoso vidente francês Nostradamus que previu uma guerra mundial e o desaparecimento de Israel para este ano. Representação artística da colisão do suposto planeta Nibiru com a Terra CC0 / NASA/JPL-CALTECH Nova previsão: fim do mundo está previsto para novembro de 2017 De acordo com o portal Liban 24, que publica algumas das profecias, esperam-se terríveis acontecimentos que podem mudar o mundo. "Haverá desastres naturais e muitas nações do mundo enfrentarão mudanças", indicou o portal, acrescentando que as profecias de Nostradamus se referem à chegada ao poder de Trump, à sua política de imigração e à sua relação com a destruição de Israel. De acordo com o autor do artigo, publicado no portal, segundo Nostradamus "uma república da cidade grande" – os EUA- vai ser envolvida em grandes operações militares, o que explica aquilo que aconteceu na Síria. O vidente francês previu o início da Terceira Guerra Mundial, revelando que um conflito grande vai se desencadear neste período. Ele falava de uma grande guerra que causaria um número imenso de mortes, crimes e danos, mas anunciou que esta vai terminar em 2025. Asteroide se aproximando da Terra (imagem do espaço) CC BY 2.0 / LWP KOMMUNIKÁCIÓ / EMBER ÉS ASZTEROIDA Previsão de catástrofe global: por que o fim do mundo está previsto para 2017? Nostradamus falou também de inundações e terremotos invulgares, que vão afetar várias regiões do mundo, incluindo a China. "Os desastres naturais, tempestades e ciclones vão acontecer na China, no Japão e na Austrália e a Rússia vai enfrentar terremotos", recorda o portal. Ele também previu problemas na economia mundial e pode ter advertido sobre o problema da destruição de florestas e buracos na camada de ozônio dizendo que "os raios do sol queimarão a Terra, o céu vai se abrir e campos serão queimados". ...

quinta-feira, 7 de junho de 2018

A pomba e a formiga.


Uma pomba que se encontrava em um galho de uma árvore viu a urgência: pegou um raminho da árvore, aproximou-se da correnteza e alcançou a formiga que subiu no ramo e se salvou. A formiga, muito agradecida, assegurou à sua nova amiga que se acontecesse alguma situação ela devolveria o favor, ainda que sendo tão pequena. A pomba não conseguia imaginar como a formiga poderia ser útil a ela. Pouco tempo depois, um caçador de pássaros avistou a pomba e mirando-a com um rifle a ponto de matá-la, aguardava o momento certo. Vendo o perigo em que se encontrava a pomba, a formiga rapidamente entrou na bota do caçador e picou o seu tornozelo, fazendo-o soltar a sua arma. O rápido instante foi aproveitado pela pomba para levantar vôo, e assim a formiga pôde devolver o favor à sua amiga. Moral da história: Sempre alguém pode ajudar ao outro, mesmo que haja uma diferença enorme de tamanho. Não se pode menosprezar a ajuda, por pequena que possa parecer.

domingo, 3 de junho de 2018

Judeu e o milionário..


Um judeu, de sangue raríssimo, doou ½ litro de sangue a um milionário muito doente. Para retribuir o gesto, o milionário deu ao judeu uma BMW 0km. Dias depois, o milionário precisava de mais sangue. Avisou ao judeu, que super-depressa foi ao hospital. Seria preciso mais 1 litro. O judeu falou: - Se quiser, tire logo 3. Assim feito, dia seguinte o judeu recebe uma caixa do milionário (contendo 3 esfihas). Ficou indignado! foi cobrar do milionário uma explicação. - Ora, da primeira vez, doei ½ litro e ganhei uma BMW. Na segunda vez, 3 litros e só ganhei 3 esfihas. Por quê? O milionário explicou: - Você esqueceu que agora tenho sangue judeu?

quarta-feira, 30 de maio de 2018

O leão e o rato.


Depois de um cansativo dia de caça, um leão deitou debaixo de uma árvore para descansar. Quando adormeceu, uns ratos se atreveram a sair do seu esconderijo e começaram a brincar ao redor do leão. Logo o mais travesso, teve a ideia de se esconder debaixo da juba do leão, com tanta má sorte, que o despertou. Muito mal humorado por ver seu descanso interrompido, o leão agarrou o rato entre suas garras e deu um rugido: - Como você se atreve a perturbar meu sono, insignificante rato? Vou comê-lo para que possa aprender a lição! O rato, que estava tão assustado, que nem podia se mover, disse-lhe tremendo: - Por favor, não me mate, leão. Eu não queria te incomodar. Se me deixar livre, eu serei eternamente grato caso algum dia precise de mim. - Há há há! Riu-se o leão olhando para o rato. Um ser tão pequeno como você, vai me ajudar de que forma? Não me faça rir! Mas o rato insistiu outra vez, até que o leão, comovido pelo seu tamanho e sua valentia, deixou-lhe ir embora. Alguns dias depois, enquanto o rato passeava pelo bosque, ouviu uns rugidos terríveis que faziam as folhas das árvores tremerem. Rapidamente correu até o lugar de onde vinha o barulho, e encontrou o leão ali, que havia ficado preso numa forte rede. O rato, decidido a pagar sua dívida, disse-lhe: - Não se preocupe que eu te salvarei. E o leão, sem pensar, perguntou: - Mas como, se você é tão pequeno para tanto esforço. O rato começou então a roer a corda da rede onde o leão estava preso, e o leão se salvou. O rato lhe disse: - Alguns dias atrás, você se enganou, pensando que eu nada poderia fazer para te agradecer. Agora é bom que saiba que os pequenos ratos somos agradecidos e cumprimos nossas promessas. O leão não teve palavras para agradecer ao pequeno rato. Desde esse dia, os dois ficaram amigos para sempre.

domingo, 27 de maio de 2018

ELOISA MAFALDA "Obituário da Fama "


Atriz [18 / 09 / 1924 <==> 16 / 05 / 2018] Mafalda Theotto, mais conhecida como "Eloisa Mafalda" foi uma famosa atriz brasileira, mais lembrada pelo público e fãs através dos seus diversos papéis interpretados em várias novelas feitas para a televisão, embora também tenha participado de filmes para o cinema e peças de teatro. Neta de italianos, Mafalda já nasceu uma criança alegre na cidade de Jundiaí, estado de São Paulo. Ela dizia em tom de brincadeira: “Eu era infeliz e não sabia”. Na verdade, as dificuldades financeiras da família, lhe eram passadas de forma realista, mas não difíceis, pois apesar de ser humilde, tudo o que queria era ser feliz. Em 1940, os pais se divorciaram. Para ajudar a mãe no sustento do lar, seu irmão Oliveira Neto foi ser locutor nas rádios Tupi e Difusora de São Paulo e Eloisa Mafalda passou a trabalhar como costureira. Tempos depois, conseguiu um emprego como auxiliar de escritório nas Emissoras Associadas, onde conheceu a alemã Alice Waldvoguel, que lhe ensinou sobre arte e interpretação. Antes, aos 12 anos, quase participou dos Jogos Olímpicos de 1936, porque era ótima nadadora, mas sua ida à Olimpíada acabou não dando certo pois o pai dela não deixou, sendo que ela mesma contou esta história em seu depoimento ao museu da tv. O início da vida artística de Mafalda aconteceu por acaso. O irmão Oliveira Neto foi para a Tupi-Tamoio, do Rio de Janeiro. Para trazer a irmã, a convenceu a fazer um teste de rádio-teatro. Mafalda fez e foi aprovada, e escolheu o nome artístico de "Eloísa Mafalda", por ser mais bonito que só seu primeiro nome, passando a trabalhar em radionovelas da Rádio Nacional, sendo que em seguida foi para a televisão atuar na TV Paulista. Eloísa Mafalda permaneceu na TV Paulista até o seu término, quando esta foi vendida para a TV Globo, onde a atriz interpretou papéis inesquecíveis em sua carreira, como a Dona Nenê da primeira versão de A Grande Família; a Maria Machadão de Gabriela; Dona Mariana em Paraíso; Gioconda Pontes em Pedra sobre Pedra e Manuela em Mulheres de Areia. Porém, sem dúvida, o seu maior sucesso foi Dona Pombinha Abelha em Roque Santeiro. Conhecida no Brasil todo e no estrangeiro, a antiga secretária, a discípula de Dona Alice, muito se espanta e se comove com seu sucesso. E diz de forma graciosa, simpática, verdadeira: “Tudo aconteceu por acaso, porque eu não queria ser atriz, foi tudo uma brincadeira". Estreou no cinema em 1950 no filme Somos Dois e no teatro, estreou em 1965, na peça "O Morro dos Ventos Uivantes". Pouco se dedicou à estas áreas de atuação artística. Eloísa Mafalda foi casada com Miguel Teixeira por três anos, com quem teve dois filhos: Marcos e Mírian. Não se casou mais após o divórcio, apenas manteve alguns relacionamentos estáveis. A atriz teve dois netos e dois bisnetos. Além dos problemas de memória, conviveu por muitos anos com as sequelas de uma fratura no fêmur, após uma queda em casa. Causa da Morte: Eloisa Mafalda morreu 16/05/2018 com 93 anos de idade na casa onde vivia com sua filha na cidade de Petrópolis - RJ, devido à insuficiência respiratório em decorrência da idade. Sepultamento: O corpo de Eloisa Mafalda foi velado no teatro Poytheama na cidade de Jundiaí - SP, e enterrado no cemitério Nossa Senhora do Desterro, também na cidade de Jundiaí - SP, sua cidade natal. Av. Henrique Andrés, 360 - Centro, Jundiaí - SP. Tel.: 11-4521-6092. Coordenadas GPS (Latitude / Longitude): [23°10'52.1"S 46°53'30.2"W] [Clique nas Coordenadas acima para acessá-las no Google Maps!] _____________________________________________________________ Nota: [Zelamos pela qualidade e precisão das informações contidas nas Mini Biográfias publicadas, no entanto falhas podem ocorrer, sendo que neste caso solicitamos que possíveis erros existentes nessa Mini Biografia, bem como para complementar informações e dados que possam melhorar o artigo, sejam comunicados através do e-mail: assombracoes@gmail.com]. _____________________________________________________________

O Homem menor do Mundo



Este é o homem menor do Mundo, corpo de bebê, porém ele já tem muitos anos de vida. Ele não é conhecido, porém encontram fotos e videos na Internet. Tem apenas 73 centímetros , é inacreditável. Acima você vê uma foto que mostra pelo ao menos algo de bom em ser homem menor do mundo, pelo jeito ele tem um cérebro menor do mundo também pois ele não está olhando para cima.

A girafa e macaco


Certo dia, um macaco ia passeando, e de repente avistou um zoológico, então decidiu ir lá. Ele estava com muito medo de alguém do zoológico pegá-lo, mesmo assim foi ao local. Quando chegou, viu uma gigantesca girafa, então resolveu ficar conversando com ela, para ver se ficavam amigos, e conseguiu mesmo. Na hora do jantar um funcionário do zoológico amarrou todos os animais, depois eles começaram a comer. A girafa conseguiu se soltar, pegou o macaco e saiu correndo com ele. Ela correu tanto que ninguém conseguiu alcançá-la. Ao achar um belo cacho de bananas, foi tentar pegar para dividir com o macaco, porém o cacho estava muito baixo e não conseguiu pegá-lo. O macaco, mais que ligeiro, pegou o cacho e saiu às pressas e não se lembrou da girafa. O animal de pescoço alongado ficou muito triste e foi caminhando. O macaco encontrou um outro cacho de bananas, mas agora seria a vingança da girafa: o cacho estava muito alto, o macaco era muito baixo e não conseguiria alcançá-lo. A girafa não quis se vingar, mesmo depois do que o macaco tinha feito, repartiu tudo com ele . O macaco ficou envergonhado, e saiu pulando até hoje. MORAL: A Vingança não vale a pena.

sábado, 26 de maio de 2018

O GAROTO DO PASSADO . Além da Imaginação.


Seriam os avistamentos de locais, veículos e até pessoas aparentando serem de épocas antigas e que em seguida desaparecem como se nunca tivessem sido avistadas, obras de portais "tempo-espaço" que se abririam em certos pontos do planeta, permitindo a conexão do presente com o passado? Ou no caso do avistamento de pessoas com trajes e aparências de décadas ou séculos passados serem entidades do além que estariam visitando nosso mundo? São tantos os mistérios que nos cercam, mas que infelizmente nunca serão desvendados. Ou serão um dia? O Relato a seguir é sobre esses sombrios e inigmáticos acontecimentos! ==================================================================================== Olá. O relato que irei contar é simples, nada de muito assustador, mas foi algo interessante e que desejo compartilhar com vocês. Outro dia eu li o relato no site "Além da Imaginação", chamado "O Garoto de Azul", o qual achei muito interessante, e então me recordei de algo que aconteceu comigo anos atrás. Eu trabalho já há muito tempo em uma empresa na cidade de Osasco no estado de São Paulo, onde existe além do prédio onde fica o escritório, um grande estacionamento todo arborizado, parecendo um grande jardim. Um lugar muito bonito. O terreno onde foi construída a empresa, pertence à um bairro antigo da cidade de Osasco, onde foi habitado desde o início do século XX, fazendo parte portanto da história da cidade. Nesse bairro moraram muito imigrantes de outros países que chegaram ao Brasil para tentar uma nova oportunidade de vida, e permaneceram ali por muito anos, constituindo família e trabalhando em empresas que existiam nas proximidades, sendo uma delas a ferrovia. Quando eu passo pelo bairro até hoje vendo algumas casas antigas que ainda existem por lá, as vezes eu fico imaginando quem foram aquelas pessoas que já moraram naquela região e que hoje não mais estão entre nós, e como devia seu a vida naquela época. É algo interessante de se pensar. Bem, era o ano de 2012, e naquele tempo eu ir trabalhar de moto, e no estacionamento da empresa havia um local próprio para estacionar as motos dos funcinários, onde tinha uma cobertura de telhas e ficava próximo às muitas árvores que haviam no local. Eu saía do trabalho por volta das 18:00', e era um mês de junho, onde os dias são mais curtos e nesse horário já começa a escurecer . Naquele dia, como sempre, eu peguei minhas coisas no escritório e fui para a moto no estacionamento. Só havia eu no local. Cheguei na moto, abri o baú para guardar as coisas e pegar minha jaqueta, e fiquei ali me arrumando para sair. Então foi que pelo canto dos olhos (sabe quando a gente não está olhando diretamente para uma coisa, mas a gente vê os arredores?), usando a visão periférica, eu vi no meio das árvores um garotinho que devia ter uns 7 anos de idade, vestindo umas roupas antigas, parecendo com aquelas roupas que vemos em filmes, documentários e revistas, aparentando ser dos anos 1930 por aí. Ele estava lá parado olhando para mim, estático. Então eu meio que assustei e me espantei e virei para ver o que era aquilo, e então foi que ele virou e desvaneceu no ar, desapareceu. Parece que foi esfumaceando enquanto ele virava para sair. Vendo aquilo, fui até onde ele estava para ver se havia alguma marca ou rastro, mas não havia nada no local. Então fui embora e imaginando que talvez aquele garotinho pudesse ter sido algum morador daquele local onde a empresa foi construída, e viveu ali há muitos e muitos anos atrás. Agora o porque e como ele surgiu daquela forma e como ele desapareceu, eu não sei, mas foi algo que eu nunca mais me esquecerei. Esse foi meu relato, o qual como eu disse é simples, mas espero que gostem. www.alemdaimaginacao.com Álvaro Osasco - SP - Brasil Contato: assombracoes@gmail.com